COMO CHEGAR
 Atrativos Turísticos
 Equipamentos de voo
 Escola de Voo
 Esportes de Aventura
 Eventos
 Galeria de Fotos
 Galeria de Videos
 Lojas Fora do Ar
 Meteorologia
 Pousadas
 Rampas de Voo do ES
 Reportagens
 Sobre Alfredo Chaves
 Voo Duplo
Busca:
 
Rodolpho Cavalini Novo Recordista estadual de voo à distância em parapente

 

Com um voo histórico de 196.4 km de distância em linha reta e 229.9 em distancia OLC, decolando da cidade de mantenópolis-ES e pousando na cidade mineira de Raul Soares Rodolpho Cavalini quebra o recorde que era de 147 km com um voo de 196.4 km.

Decolagem em Mantenópolis-ES às 11:30 e Pouso às 18:56 em Raul Soares-MG

229.8 km em Distância OLC.
196.4 km em Distância Livre.
Tempo total de voo: 7:40 h


Após algumas tentativas da quebra do recorde de 123 km e depois com 147 km do Ari Rosa, acabei percebendo a possibilidade da realização deste projeto.
Desde 2011 venho conversando com alguns pilotos sobre a realização de um voo de 200 km no ES. Muitas rotas foram estudadas, mas apesar da disponibilidade não tivemos um bom período para voos nestes 2 últimos anos devido as chuvas constantes nas melhores épocas do ano para voos longos.

Bom... Vamos ao que interessa!

  Depois de um período de fortes chuvas em Alfredo Chaves e um ano mais complicado do que nunca para o voo livre capixaba, resolvi me envolver de cabeça no projeto "XC-ES 200 KM".
  Ficamos analisando a condição em todo o mês de dezembro com alguns pilotos locais "Custodinho e Eduardo "dudu mantena"" até que se consolidasse as melhores variáveis para a realização dos 200 km, Vento, Teto, Janela de voo e Rota.
  Dia 2 de Janeiro, A BARCA composta pelos pilotos Marcos dias " o japa", Dasanyhev Cardoso,Harley Tavares, Morett, Mariani e como resgate OFICIAL nosso querido Custódio "melhor resgate do universo". A "Barca" estava preparada e com toda a disposição para o que estava por vir, independente se rolasse o voo esperado ou não, a alegria já tomava conta da Trip. 
  Na chegada a Mantenópolis, fizemos um briefing com os pilotos locais e vimos a possibilidade real do feito.
  Dia 3 de Janeiro, o dia amanheceu encoberto por muitas nuvens praticamente nublado com muita sobra e teto baixo. Mesmo assim fomos para a rampa na esperança de abrir o mais cedo possível, pois a idéia era de decolarmos entre 10:30 até no máximo 11:30 para temos uma janela de no mínimo 6 a 7 horas de voo.
  Esperamos por horas até que algumas aberturas indicassem a presença de sol no solo. A ansiedade tomou conta do grupo e com muita cautela tomamos a decisão de esperar até que a condição nos desse o mínimo de energia para voarmos 100 KM e com isso teríamos um bom dia de treino com uma condição mais fraca para estudarmos a melhor rota para um voo maior. Por cautela levei duas velas em caso de condições extremas eu voaria com uma vela mais segura "Torck 2" e em caso de condição favorável, eu voaria com "Enzo". Apesar da condição estar favorável a fraca eu decidi voar com o Torck para acompanhar os companheiros até o máximo de KM’s possível. Felizmente todas as decisões foram perfeitas e decolamos por volta de 12:40 e conseguimos voar juntos por mais de 100 km, O Marcos Dias "Japa" igualou seu recorde anterior voando 83 km e Dasanyhev Cardoso voou perfeitamente seus 105 km batendo seu recorde pessoal e entrando para o seleto grupo dos pilotos com mais de 100 km no ES, eu voei 103.
  Dia 4 de Janeiro, dia do recorde, amanheceu como esperávamos... Céu Azul com muitos pompons e vento na casa dos 15 km, possibilitando decolagens dentro do previsto.
  11:15 h briefing- Momento mais marcante da viagem! decidi junto ao grupo que eu iria voar de "Enzo" pois meu objetivo era os 200 km e o dia estava perfeito para isso acontecer. Eu teria que correr contra o relógio, pois sabia de uma possível alteração no vento no meio do caminho e que poderia me dificultar a ganhar km’s
  11:30 h Decolagens perfeitas com térmica redonda na cara da rampa subindo a 4 até a base possibilitando uma saída perfeita.
  13:40 h Já estava na linha do Ibituruna-MG no km 80 e isso me deu muita confiança, porém a condição mudou completamente, o vento virou para sudeste e o cirrus forte vindo do sul dominou toda a região fazendo com que as nuvens sumissem, mesmo assim o teto ainda continuava acima dos 2000 e subindo a cada térmica e o mais importante, todas as tomadas de decisão davam 100% certo possibilitando esperança no voo.
  16:04 h Barreira do recorde "147 km" rompida com 2000 de altura e acompanhada pelos pilotos que estavam na rampa do Ibituruna, foi fantástico o apoio da galera ao ouvi-los no rádio. Neste momento me concentrei mais do que nunca, pois ainda faltava muito voo para se cumprir o objetivo dos 200 km.
  16:13 h Momento de grande felicidade... O piloto Marcos Dias “o Japa” meu aluno rsss... havia pousado e quebrado seu recorde pessoal atingindo a barreira dos 130 Km  e o Mariani já estava próximo de atingir seu recorde pessoal chegando na casa dos 3 dígitos Tb. 
  Após os 147 km e já voando a mais de 60 km com 30º de través forçando para esquerda, me deparei com uma zona gigante de plantação de Eucaliptos a minha direita e decidi forçar ainda mais para a esquerda voando com vento a mais de 50º de través.
17:10 h No Km 155 me deparei com a cidade de Ipatinga a minha direita e uma zona mais GIGANTE ainda de uma Floresta de eucaliptos com 20 km de extensão que me fez parar e pensar se valeria a pena continuar com o objetivo, mais a direita ainda a reserva florestal do Rio Doce com mais de 75 km de extensão “Fantástico” nem nos meus mais de 530 km de vôo em Rondônia tive aquela visão tão de perto de uma floresta tão bem conservada e repleta de lagoas que desaparecia no horizonte... Me encantei com aquilo e percebi que uma força muito poderosa estava comigo naquele momento e aceitei o desafio. Ao atravessar os 20 km de eucaliptos voando a praticamente 1500 metros de altitude, passei por um momento critico e perda de altitude ficando baixo em plena floreta, quando a força agiu novamente me levando até o final do maior desafio enfrentado durante todo o percurso. Após o susto e passado o momento mais critico,  encontrei uma grande zona de ascendência que me levou aos 2500 de altitude voando por entre pequenas formações gerando um momento de puro êxtase e relaxamento conseguindo assim urinar pela primeira vez depois de quase 7 h de voo bastante turbulento.
18:20 h Momento de deixar voar e agradecer por tudo que ganhei naquele dia, sem deixar de escolher um bom pouso, próximo a uma casa e que tenha acesso fácil. Foi quando por de trás de uma cordilheira me aparece um conjunto de casas que foi aumentando a cada km até que me apareceu de presente a cidade de Raul Soares com pouso gramado e varias pessoas gritando pelas ruas para eu pousar lá.

18:56 h Nada mais gratificante num voo de cross com varias horas e adversidades do que pousar com segurança e certo de que o resgate não terá dificuldades de encontrá-lo inteiro e feliz pela realização de um grande e ousado Objetivo.
Pouso na cidade de Raul Soares-MG com 196.4 Km em Linha reta em 229.8 Km percorridos em 7:40 minutos de muito bate papo com o moço La de cima.
A busca pelo Horizonte perdido continua!
Estamos trabalhando uma nova conquista para o ES com o Projeto - XC-ES 250 KM.

"Quero agradecer a todos que desde o principio acreditaram neste projeto e pensaram positivamente para que o objetivo pudesse ser alcançado. A realização desde projeto é uma vitoria para o voo livre capixaba que a partir de agora entra para uma nova fase no cenário do voo livre nacional e internacional entrando no roteiro das rampas com possibilidade de voos acima dos 200 km. O ES tem um cenário dos mais fantásticos do mundo para se voar cross! Espero que a partir deste voo, mais pilotos do ES se dediquem ao XC e possam ter a oportunidade de também voar 100, 200 e pq não 300 km. A busca pelo horizonte perdido continua! Dedico este voo a minha família, meus amigos, meus alunos, A BARCA e principalmente ao meu grande amigo e companheiro Gilberto Cardoso.
Meu muito obrigado pelos parabéns de todos.
Acredite... Vc tb pode... Basta ter foco, força e fé! Sempre com muita segurança! Deus estará com vc!!!!"



 
Destaques

No Ar
Voo Duplo de Parapente - Liberdade total

Na Pedra
Não sou calango, mas...

Na Água
Para quem não tem medo de se molhar

Na Terra
Caminhada Ecológica - Aproveite a paisagem!


Newsletter




Enquete
Qual aventura você gostaria de fazer?
Voo duplo
Rapel
Bóia Cross
Ecopasseio
Kaiake

  








Avenida Getulio Vargas, s/n - Centro, Alfredo Chaves-ES - 29240-000 :: (27) 3269-1345 | (27) 9981-6751